Aussie ??? Sou +++ Pantene !!

Nesse post: , ,



Hoje eu vou mandar um #Repost 
A minha cara caiu na hora, assim como a de vocês também vai cair ! rs

Repassando a info da Joyce Cristina

"Eu sei que esta informação vai me render dor de cabeça mas como eu recebi dezenas de mensagens perguntando sobre a máscara da Aussie, resolvi divulgar uma informação que talvez poucos ou ninguém tenha notado.
Amores, a Aussie é da P&G, nada mais é do que o Pantene em outra embalagem, sim existem mínimas diferenças na fórmula que interferem apenas na conservação e fragrância do produto. A máscara 3 Minute Miracle Aussie é exatamente o 3 Minute Miracle da Pantene, gente é o mesmo produto em embalagem maior e diferente. Existem essas variações de embalagem, apresentação e fragrância dependendo do mercado de cada país. Se vc tiver um tempinho dá uma olhada aí na perfumaria do bairro, a ampola da Pantene vem com um rótulo plástico com informações em português mas se vc remover esse rótulo vai ver a embalagem original em inglês pq ela é importada tb porém vem na apresentação que já conhecemos. Sabe pq estou divulgando essa informação? Estou horrorizada com os valores do Aussie aqui, pq nos EUA é vendido como marca popular e custa menos do que o Pantene aqui, não acho justo pessoas pagando R$ 65,00 à R$ 100,00 no Aussie, se tem a ampola Pantene por muitoooo menos. Me desculpem as vendedoras de importados, mas eu só resolvi falar sobre pq o Aussie já está a venda nos supermercados, porém ainda com preços altos. REPASSEM!!!!!"

Blá blá o Aussie se tornou o queridão das brasileñas.
Mas alguma de vocês já usou essa ampola da Pantene ??
Não é jabá ! É realmente um produto maravilhoso que vale até o próximo post !
E vocês, preferem qual dos 2 ?

PS: sim, estou sumida. Ter uma #BebêMagia não é mole nãooooo !

Como diria o Novaes... Beeijo meu !





#Repost | Diário de uma Cesariana: relato do nascimento da Luiza

Nesse post: ,


Blog de volta !
O CosmacticoS está de cara nova... gostaram ?  

Bom, o post de hoje é sobre um dos momentos mais mágicos da minha vida.
O dia em que me tornei MÃE !
Aproveitando que tá tudo meio fresquinho e eu tenho muitas fotos para relembrar, vou relatar pra vocês como foi o meu DIA L, o dia da Luiza.
Vai ser um post beeeem longuinho mas espero ajudar mamães que irão fazer cesárea também.

5/MARÇO - QUINTA-FEIRA

Eram 3 da manhã e eu não conseguia dormir.
Estava inquieta. Uma vontade constante de ir no banheiro (fazer número 2).
Lembro que minha barriga estava muita dura mas Luiza mexia a beça.
A sensação era de que eu tinha ido em dois rodízios na mesma noite.
Por volta das 3:30 a dor de barriga aumentou. Sempre ouvi dizer que quando a mulher está perto de parir é assim. Dor de barriga direto. No dia anterior eu tive diarréia das brabas. Achei que fosse da Fanta Laranja que tinha tomado kkk
Às 4h resolvi tomar um banho quentinho, pra relaxar. Tive uma forte dor embaixo do chuveiro. 90% de certeza que estava tendo contrações regulares. A dor ia e voltava. A sensação de dor de barriga permanecia.
Quando foi 4:30 acordei meu marido.
- MÔ ! Acorda ! Tô com dor.
- Que foi, amor ? O que você tá sentindo ? - pergunta o marido sonolento.
- DOR ! Tá doendo !! Vâmo pro hospital.
- Não deve ser nada amor... tá doendo onde ?
- Ai amor, não sei... Putz, hospital mesmo. O tampão saiu.
Engraçado que não bateu o desespero.
Na minha cabeça, eu chegaria na emergência, o médico do plantão realizaria o toque, ele veria que estaria tudo ok e pronto, voltaríamos para casa. Não era hora da Luiza nascer. O meu obstetra estava viajando e a minha próxima consulta seria na semana seguinte.
Estava com 38 semanas e 3 dias. Queria que ela nascesse perto das 40 semanas.

Liguei pra minha mãe e fomos para o Hospital Icaraí (eu, marido e ela).
Niterói nunca pareceu tão longe. As dores estavam aparecendo de 5 em 5 minutos e cada vez mais fortes.
Chegamos na emergência por volta das 5:30.
Estava com 2cm de dilatação e o bebê estava bem embaixo, de acordo com a médica plantonista.
Qual seria o procedimento ? Um remedinho pra segurar e repouso ? Algo pra passar essa dor terrível ?
A médica perguntou pelo meu obstetra e eu informei que o mesmo estava num congresso. Foi quando ela soltou...
"Você vai querer parto normal ou cesárea ?"
Sim, eu estava com contrações regulares. Sim, eu estava com dilatação. Sim, minha bebê magia ia nascer naquele dia...

Pausa no relato:
gostaria de informar a todos que estão lendo que o objetivo deste post é compartilhar a minha experiência. A minha opção pela cirurgia é problema meu. Cansada de ver as pessoas criticando quem opta pela cesariana. Se não gosta do que lê, é só sair da página, ok ?

Prosseguindo...
A minha ficha não tinha caído. Mesmo depois da pergunta da médica.
- Cesariana - respondi.
- Então porque você esperou tanto pra vir ? - pergunta a médica.
- Eu queria ter certeza que estava com contrações...
- Achei que você quisesse parto normal... Ficou tanto tempo sentindo dor !
Ou seja, se eu já sabia que seria cesárea, era pra ter ido logo pro hospital... mas não, a pessoa aqui ficou esperando... na sofrência da dor... Coisa de mãe de primeira viagem. A doutora falou que eu evoluiria bem pro parto normal mas eu não queria mais esperar.
Uma coisa que eu ODEIO sentir é dor. São Gonçalo em peso deve ter me escutado aos berros no carro. Uma coisa é você sentir contração. OUTRA coisa BEM diferente é a DOR do seu útero dilatando.
Escolha feita, a médica foi cuidar da papelada pra internação.
Quando ela disse internação foi que a ficha começou a cair.
Meu marido todo serelepe "Luiza vai nascer hoje" e eu ali, cheia de dor, emburrada. Queria que ela esperasse mais um pouco, queria fazer o parto com meu obstetra... mas são coisas da vida.
Me bateu um leve desespero pré-parto. Com medo que algo pudesse dar errado. Essa coisa de cirurgia não é comigo. Não sou fã de hospitais e bisturis.
Logo depois a doutora me levou pra uma salinha pra fazer a cardiotocografia.
Eu já tinha feito esse exame uma vez. Consiste em ficar sentada numa poltrona com uns trequinhos na barriga. Até aí tudo bem.
O problema é que as minhas dores estavam muito brabas e eu tinha que ficar meio de lado porque Luiza não parava de mexer, e enquanto o exame não terminasse eu não ia pra enfermaria.
A doutora disse que ia colocar um remedinho na veia pra aliviar a dor. Eu aguardava ansiosamente por esse momento. Ela me ensinou o modo de respirar (inspira e expira lentamente. Fazer isso com uma dor de lascar é osso!).
Depois do que pareceu uma eternidade, fui pra enfermaria. O exame tava certinho, o coração da Iza tava lindo. Eu que comecei a ficar num mau humor danado. Com dor, fome e sede. Que dó !
Veio um enfermeiro e me aplicou Buscopan na veia.
Mas cadê o alívio da dor ?????
Minha mãe e meu marido revezavam no aperto de mão. Da minha mão. Eu precisava de um apoio moral. Eu fiquei quietinha. Tava tão cansada de sentir dor que estava cochilando entre as contrações.
Meu telefone começou a pipocar de Whats App. Minha irmã tinha avisado a todo mundo que a Luiza ia nascer naquele dia. Santa bateria que acabou. Eu não queria papo com ninguém mesmo. Estava sentindo dor e ninguém vinha me buscar pra cirurgia.
A enfermeira veio me despir e, além daquela roupinha safada de hospital, me colocou uma fralda grandona.
Look do dia: pronta pra ser mamãe !
Entre espera do anestesista, preparação da sala e, o que mais demorou fudeu literalmente com a minha vida, a demora da Amil a autorizar a internação, eu só fui pra sala de cirurgia às 10:30 !!!
Foram 7 horas de dor.
Estava em jejum desde 23:30 do dia anterior. Estava deitada naquela maca desde as 6:30.
A enfermeira que me trocou, muito bacana por sinal, apareceu pra me levar pra cirurgia. E lá foi eu dando rolé de maca pelo hospital. Meu marido me acompanhou até a porta que dava pra uma espécie de antessala. A partir dali seria eu e a equipe médica.
A enfermeira bacaninha levou ele pra outra sala pra trocar a roupa. Papai ia poder assistir o parto !
Essa antessala era bem grandona, com várias portas indicando salas de cirurgia. Também tinha uma espécie de mini-escritório, com computador, telefone... onde os médicos provavelmente recebiam os dados das pacientes que estavam subindo pra cirurgia.
A doutora que ia fazer o parto se apresentou. Ela estava me aguardando desde cedo. Culpa da Amil que não me liberou antes.
- Traz uma luva pra eu fazer o toque nela - disse a médica que iria fazer o parto.
Eu continuava com apenas 2cm de dilatação. Pelas dores que eu tinha, achei que já tava tudo arreganhado rs Quando a médica terminou o toque, tinha tanto sangue na mão dela que achei que ela fosse dizer que ia nascer ali mesmo !!!
Então apareceu o anestesista. Ele me levou pra sala de cirurgia.
A minha sala era a última. Não era tão grande como eu imaginava. Eu não estava tão nervosa quanto esperava. As contrações continuavam.
O anestesista me pôs de lado na maca.
Eu estava recebendo medicamentos pelo acesso que o enfermeiro tinha colocado na minha mão mais cedo. O anestesista veio colocar mais algo por ali e, quando já estava colocando, disse:

- Vai arder !
Uooooooooooou ! Ardeu muito ! Ardeu pacaraleo a beça...
Depois passou anestésico local (geladinho) nas costas. A hora era aquela.
Eu senti uma picadinha e depois uma pressão forte. Não doeu, mas na hora da pressão foi automático eu tentar me esticar. "Não faz isso de novo !" - tomei esporro do anestesista.
Eu não sei qual tipo de anestesia foi aplicada. Acredito que tenha sido a ráqui.
Aquele momento tenso em que eu esperava a anestesia foi substituído por uma sensação MA-RA-VI-LHO-SA: assim que fez efeito, a sensação era que um líquido quente tinha sido jogado nas minhas pernas, e a dor alucinante das contrações tinham partido.
O anestesista perguntou se eu sentia tal lugar e tal lugar onde ele tocava. Ali chegou a bater um medinho. Tava quase pedindo pra ele dar mais anestesia - a pessoa aqui tem cagaço mega master de sentir dor. Ele colocou a sonda e as médicas começaram o processo antes mesmo dele subir o paninho...ui.
Eu já tinha lido um relato na net que, faltando coisa de 10 minutos pra tirar o neném, o médico chama o pai. Não se passaram nem 15 minutos e escutei a doutora:
- Chama o pai lá !
EIN ? Já ? Tá na hora ? Vou conhecer a Luiza ?
E lá vem meu marido, todo trabalhado no azul... tava parecendo um médico !
Tremia mais que tudo nessa vida.
Eu queria bater papo com ele pois estava com medo que ele desmaiasse vendo minha barriga aberta. Eu só falava "não olha, amor!" e ele respondia com um "fica quieta pra não dar gases!".
- Vai filmar ? - perguntou a doutora.
O corajoso marido foi lá, pra perto da minha barriga aberta, com celular na mão. Ele ia conhecer a Luiza primeiro do que eu. Isso é muito injusto, pessoas ! Eu carrego por 9 meses e ele tem esse privilégio ?
E aquele chorinho toma conta da sala.
Bem próximo da maca onde eu estava, tinha uma espécie de caminha. Foi pra lá que a pediatra levou a Luiza. A minha filha era comprida e branca. Muito branca. Eu fiquei muito impressionada com a brancura dela. Eu só sabia falar "gente, como ela é branca..."
Vejam só, eu sou morena, bem morena. Meu marido é branco. Você espera que a criança seja ao menos meio termo. Mas ela nasceu mais branca que o pai. ha ha ha
Daí a pediatra começa um suga-suga com aquele tubo... colocava lá na guela da Luiza. Eu não aguento essas coisas não. Ainda mais com minha bebê magia. E ela continua chorando. Eu não sei nem dizer pra vocês o que tava sentindo. Quando a pediatra finalmente trouxe ela pra mim, o choro parou !
Eu só sabia falar: - Oun minha branquinha... é a branquinha mais linda da mamãe 
Ela não se parecia em nada comigo. Eu já vi muito bebê não parecer com ninguém, mas a Luiza saiu com todas as características físicas do papai, o Luiz Cláudio.
Depois que o Luiz saiu da sala de cirurgia - junto com a pediatra e a Luiza - eu ainda fiquei lá por umas meia hora. Haja costura.
A própria auxiliar da obstetra disse que a mesma tava demorando muito.
- Eu sou quase uma cirurgiã plástica ! - disse a doutora que me costurava.
Isso aí, fia. Faz um negócio bonito !
Quando ela acabou, duas enfermeiras vieram me limpar e levar pro quarto.
A anestesia ainda tinha efeito sobre minhas pernas. Mas bem menos do que antes. Elas estavam meio bobas. Eu estava com um sono master. Quase não conseguia ficar de olhos abertos.
Luiza nasceu às 11:05 da manhã e eu fui chegar no quarto por volta de meio-dia.
Mãe, irmã, marido, sogra, o padrinho de Luiza e minha madrinha estavam lá nos esperando.
Até buquê de flores eu ganhei !
Sensação imediata pós-parto ? SONO ! Li relatos que algumas pessoas se sentem mal, com muito frio, tremedeira... eu só sentia cansaço. Tava ansiosa pra ver minha bebê magia. Não podia dormir.
Foi quando a porta se abriu e ela chegou...e TODO mundo foi em cima da enfermeira querendo ver a Luiza. E a bucha aqui deitada. A recomendação é não falar pra não dar gases #sqn
- Alguém pode trazer minha filha aqui pra eu olhar ela direito!!!? - disse a mamãe de tpm.
É minha, eu ein ! Rhum
Queridos visitantes de recém-natos: não façam isso com as mamães. A gente passa 9 meses querendo ver a carinha dos nossos filhotes e vocês querem roubar esse momento primeiro ? Sai fora !
Para minha surpresa, Luiza já ia ficar ali comigo.
Eu nunca tinha estado com um bebê recém nascido. Nunca peguei um no colo. E a enfermeira ainda fala "daqui a pouco venho pra você dar mamar pra ela".
Como estava recém operada, ia ficar deitadinha naquela cama até o dia seguinte.
Luiza foi posta no meu peito e, pro meu alívio, como aquele milagre da natureza, já sabia como mamar. É uma coisa inacreditável. Antes disso a enfermeira tinha apertado meus seios para ver como estava a produção de leite. Desde a 30ª semana de gestação o colostro já saía do meu peito mas o que eu não sabia é que o leite não iria descer imediatamente depois que o bebê nasce. O meu só foi descer 4 dias depois que a Luiza nasceu. Quando veio também, pingava em tudo rs


6/MARÇO - SEXTA-FEIRA

E quem disse que as noites são pro sono ?
Luiza não era (nota: não era ! Agora ela já chora bem direitinho rs) de chorar muito, mas eu ficava muito preocupada de acontecer algo com ela... 
A enfermeira apareceu naquela manhã pra me dar banho. Tirou a sonda (ardeu um pouquinho) e lá fomos nós... que nervoso levantar depois de tantas horas deitada !
Foi a primeira vez que vi minha barriga pós parto. Muuuito esquisita. Bem menor sem a Luiza, mas muito inchada. Andava igual um robôzinho. A região da barriga estava bem dolorida, qualquer passo mais forte e a dor tava lá.
A maternidade do Hospital Icaraí pertence a rede da Perinatal. Então tivemos alguns luxinhos.
Uma enfermeira muito legal veio dar banho na Luiza. Achei muito fofo pois o banho era patrocinado pela Johnson's Baby. Ela ensinou como dar banho. Eu só aprendi 'de olho' pois ainda estava de cama.
Carrinho-Banheira da Johnsons's: o sonho de toda mamãe !
Tô linda e cheirosuda, manhê !
Mamãe & Bebê de banho tomado #XuáXuáXuáUhUh
Antes que me perguntem, eu não lavei a cabeça simplesmente pelo fato de não querer ficar tanto tempo em pé. Não faz mal, não faz descer mais sangue, nada disso.
Por falar em sangue =P levei um pacote de absorvente noturno. Meu fluxo permanece até hoje mas bem leve.

7/MARÇO - SÁBADO

Dia da alta ! Gostei muito do atendimento do hospital.
Ganhamos um bolsa com vários presentes - fralda, pomada para seio, lenço umedecido,...
Se tivesse outro bebê com certeza seria lá. Como não pretendo ter outro (#MedoMasterFuckerDeContração) prefiro indicar pra vocês rs
#PartiuCasa
É isso, pessoal !
Caso queiram fazer perguntas (posso ter esquecido algo no relato!) é só deixar um comentário que eu respondo, ok ?
Agora vou lá cuidar da #BebêMagia que o trabalho tá puxado !

Beeijo nosso 


Seguidores

Facebook

Os Mais Lidos

Publicidade

Tags

Abdominoplastia (1) Academia (4) Alimentação (1) Aniversário (1) Arquivologia (1) Aspa (1) Ateliê Cosmacticos (1) Aussie (1) Avora (2) Backstreet Boys (1) Barretos (1) Belliz (1) Bionatus (1) Bourjois (1) Branca de Neve (1) Butique Bella (6) Cabelos (7) Cadiveu (1) Caldas Country (1) Catharine Hill (2) Cesariana (1) Chá de Bebê (1) Cirurgia plástica (1) Cless Cosméticos (1) Clutches (1) Concurso Cultural (1) Culinária (1) Dafiti (1) Davines (1) Dia das Mães (1) Dieta (1) Divulgação de Sorteios (3) Elke Cosméticos (1) Elle Dakotta (1) Eventos (1) Fator 5 (1) Festas (2) Geek10 (1) Glambox (1) Gorila Clube (1) Gravidez (12) Guest Post (1) Hair's Company (1) Indafarma (1) Israel Novaes (1) Jordana (1) L'anza (1) L'oréal Paris (2) Leitores Premiados (11) Lokenzzi (1) Look (1) MAC (3) Macadamia Natural Oil (2) Mahogany (1) Maquiagem (1) Matéria no Jornal (2) Maternidade (4) Maybelline (5) Michael Kors (1) Moda (3) Música (3) Néctar (4) Niely Cosméticos (1) NYX (3) Océane Femme (2) Pantene (1) Panvel (1) Parceria (5) Paul Mitchel (1) Payot (1) Perfumes (2) Pessini Cosméticos (1) Pimenta da Terra (1) Pós parto (1) PRONTA ENTREGA (2) Publieditorial (9) Redken (1) Resenha (23) Reserva (1) Resultado de Sorteios (29) Rimmel London (1) Sachê Professional (2) Sephora (1) Sertanejo (1) SIGMA (4) Silicone (1) Síndrome (1) Síndrome de Edwards (1) SmartLife (3) T18 (1) Toda Top Collection (1) Toque de Natureza (1) Treino (1) Trissomia 18 (1) Viagens (6) Vogue Cosmetics (1) Wishlist (2) Yenzah (1)